ArtigosBruxariaMagia

Desafio – Exercício – Ritual da Rede Arco Íris

Marcelo Sette Câmara

O post anterior foi sobre um exercício de mudança. Caso tenha tido interesse ou mesmo curiosidade no que diz respeito ao exercício, você pode ter promovido um tipo qualquer de mudança em sua vida. Depois de uma mudança, por menor que seja, criei um complemento do exercício, que mais se assemelha a um Ritual, que intitulei Ritual da Rede Arco Íris. É algo bem simples, que pode ser feito em qualquer Lua Cheia, ou mesmo em todas as Luas Cheias do ano. Quando faço, imagino que outras pessoas estejam fazendo no mesmo horário (geralmente faço às 23:00 horas do plenilúnio da Lua Cheia). Escolhi esse nome, porque, como cada pessoa normalmente escolhe uma cor diferente (você vai entender ao ler o exercício) a rede que se forma se torna toda colorida, o que lembra as cores do arco íris. Então vamos lá:

Ritual da Rede do Arco-Íris

Sente-se ou deite-se confortavelmente e relaxe, soltando todo seu corpo, liberando das tensões do dia a dia. Com o corpo relaxado, libere sua mente para os pensamentos diversos que estejam fluindo. Que esses pensamentos passem direto, sem serem retidos pelo consciente. Note que depois de alguns minutos eles começam a vir mais devagar, com uma menor intensidade, até que se torna simples para você fazer com que parem de fluir. Com sua mente mais calma, se concentre em sua respiração. Inspire devagar e de forma profunda contando mentalmente até 5, retenha a respiração contando até 3, e solte a respiração devagar contando novamente até 5. Faça essa respiração por 3 vezes consecutivas. Você deve estar sentindo nesse momento, seu corpo leve e ligeiramente energizado.

Nesse momento, foque sua mente em seus 5 sentidos, sentindo que se expandem, conectando você de forma mais sensível ao ambiente ao seu redor. Essa expansão pode seguir além do ambiente, se conectando com a própria Natureza, trazendo a você a energia que está precisando nesse momento. Quando se sentir carregado energeticamente, passe a se concentrar em seus sentimentos, independentemente de quais sejam. Perceba cada um deles, buscando potencializar os sentimentos que considere benéficos e mantendo os que não são em um patamar baixo de energia. Não tente suprimir os sentimentos negativos, pois não conseguirá, já que fazem parte de quem você é. Quando seu foco de concentração estiver bem direcionado aos seus sentimentos, busque trazer de sua memória os momentos felizes que teve em sua vida, de quando nasceu até esse momento e sinta em todo seu ser, como é bom estar vivo.

Quando essa boa sensação de estar vivo estiver bem presente, volte sua mente para seu corpo físico. Busque sentir cada parte de seu corpo, prestando atenção individual a cada uma. Sinta sua respiração que está tranquila, busque escutar seu corpo trabalhando em sincronia, seu coração batendo compassado e firme, e a harmonia de todo seu corpo. Quando essa harmonia estiver completa entre seu corpo e seus sentimentos, determine uma cor que, para você, corresponda ao momento presente, e a converta em uma intensa luz. Agora visualize essa luz na cor escolhida, saindo diretamente de seu coração e sendo irradiado para todo seu corpo. Sinta e visualize em sua mente seu corpo brilhando com essa cor de forma intensa, iluminando tudo à sua volta. Conscientize-se que a cor escolhida faz parte da Natureza, e sinta que você e ela (a Natureza) se integram completamente.

Mesmo em um ambiente fechado, busque sentir a energia que vem da Lua Cheia, que um de seus raios se conecta diretamente com seu coração, assumindo a cor escolhida por você. Sinta essa energia se espalhando através da Lua, e se conectando com as pessoas que decidiram fazer esse ritual nesse mesmo dia e horário. Visualize a rede se estendendo por sobre sua casa, seu bairro, sua cidade, seu estado, seu país e, finalmente, pelo mundo. Não estranhe se você visualizar outras cores na rede criada, pois cada pessoa escolhe uma cor diferente, e quando estão todas juntas através dos raios da Lua Cheia, forma-se uma Rede colorida, que tem a tendência de espalhar as energias na qual foram criadas. Sinta ainda que os sentimentos positivos que fazem parte dessa Rede, transmitem à própria Natureza uma energia que faz com que ela se renove através dos sentimentos como a tranquilidade, a alegria, a paz, a confiança e, principalmente, o Amor Incondicional. Aguarde alguns minutos com essa visualização bem firme em sua mente, até o momento que sentir que deve dar por encerrado o Ritual. Retorne tranquilamente a seu estado de vigília normal, faça a respiração inicial por mais 3 vezes. Ao se sentir confortável, abra seus olhos, se olhe em um espelho (de preferência grande) e sorria para você mesmo.

Se desejar compartilhar o que viu ou sentiu, mande um e-mail que publico no final do artigo, omitindo, é claro, seu e-mail.

Cores que podem ser utilizadas

  • Branco: Paz, pureza, calma e tranquilidade; é muito comum sua presença nos rituais para purificação, por ser considerada a cor do início e do fim. Na Índia, Japão e China é utilizada nos rituais fúnebres.
  • Vermelho: Cor dos sentimentos intensos, como paixão, desejo e Amor quente. Acelera a pulsação, aquece e excita. Desperta instintos guerreiros.
  • Rosa: Suavidade, delicadeza, afeto e sensualidade. Utilizada para os que querem um grande amor pois é a cor do romance.
  • Amarelo: Usada para atrair dinheiro e riquezas. Cor associada ao ouro, ao sol, ao mel e aos grãos maduros de trigo, entre outros símbolos de riqueza e fartura. Também expressa o desejo de liberdade.
  • Violeta ou lilás: Associada ao planeta Vênus da deusa grega do Amor. O termo ametista, cor da violeta mais conhecida, vem do grego antigo amethysios, que significa “não ébrio”, isso porque a pedra era usada como antídoto ao vício da bebida;
  • Azul: Cor do céu e das águas, inspira amplitude, paz e viagens. Utilizada pelos que buscam devoção, religiosidade e meditação. Cor da maturidade que traz calma e descanso, serenidade e esperança.
  • Preto: Uma das cores mais polêmicas, apesar de nos últimos anos ser a cor mais indicada pelos astrólogos para aqueles que buscam dinheiro e riqueza. Cor da sobriedade, hombridade, transmite sofisticação e elegância.
  • Verde: Cor da vida vegetal, das plantas e árvores. É a Grande Mãe Natureza, rica e exuberante, que expressa o ciclo de tudo o que nasce, cresce, se reproduz e morre. Possui o poder de regeneração e cura. É a cor para aqueles que buscam o renascimento, florescimento, harmonização, equilíbrio e a saúde.
  • Laranja: Inspira calor e prazer e é a cor das pessoas cheias de energia por reunir a luminosidade do amarelo e a vitalidade do vermelho. Sinônimo de iluminação e êxtase.