Deuses Greco-Romanos – Parte 10 – Final
10 de maio de 2017
Exercícios
13 de maio de 2017
Mostrar todos

A Magia das Fragrâncias

Como uma Arte mais antiga que as pirâmides, os aromas eram utilizados pelos Alquimistas da época em tratamentos diversos, principalmente no Egito, na Índia e na Grécia, que eram referência em aromas terapêuticos. Independentemente de sua forma de utilização, seja como incensos ou perfumes, os aromas sempre estiveram intimamente ligados à espiritualidade de uma forma geral, pois desde o início da civilização, quando os homens começaram a se unir e surgiu a figura dos Xamãs, os aromas são utilizados seja para afastar maus espíritos ou para auxiliar na cura de enfermidades diversas.

Da época dos faraós, há três mil anos ou mais, (onde já se utilizavam cânforas com óleos aromáticos em suas tumbas para afastar o mal, até o presente), a tecnologia evoluiu de forma a simplificar o processo de extração, armazenagem e utilização dos aromas. As ervas e as plantas medicinais foram catalogadas e estudadas, trazendo recursos inexistentes antigamente. Os perfumes se tornaram de uso frequente e comum. Os óleos são usados tanto como proteção quanto nas terapias alternativas.

Uma dessas terapias alternativas é conhecida como Aromaterapia, que usa o sentido do olfato para atingir o subconsciente e trazer à tona a causa de um determinado problema. Essa é a grande diferença entre as Terapias Alternativas, que buscam tratar a causa, e a Medicina Tradicional que trata o efeito (gostaria de deixar bem claro a importância da Medicina Tradicional que, com seus tratamentos, cirurgias e diagnósticos salvam milhares de vidas. Portanto, se você se encontra em tratamento NÃO o interrompa sem prévio consentimento de seu médico). A importância do olfato pode ser notada de diversas formas que vão desde a perda da capacidade de discernimento e memória, à dificuldade de fixar a atenção. Isso acontece porque os centros cerebrais estão diretamente ligados às fossas nasais e ao sentido do olfato. Note em sua vida como as fragrâncias podem te influenciar seja através da disposição, dos desejos, da vontade, da calma, da saúde, etc. Experimente sentir determinadas fragrâncias e analise a reação que seu corpo tem a cada uma delas.

Nos dias atuais a Aromaterapia é frequentemente confundida com a Perfumaria. O perfume pode ser usado diariamente, para uma ocasião especial ou social. A Aromaterapia se utiliza de óleos essenciais, que é a forma mais concentrada de energia vegetal. São extratos altamente concentrados e não devem ser confundidos com as essências que contêm aditivos químicos. Como efeito de alguns óleos temos a ampliação do efeito das massagens, a nutrição da pele, e ainda atuam nos campos astral e emocional, trazendo, cada óleo de forma específica, um efeito curativo próprio. O Aromaterapeuta busca uma das duas técnicas mais comuns de utilização dos óleos essenciais:

Absorção Cutânea: Utilizado para a saúde do corpo e beleza. É a aplicação dos óleos essenciais na pele, misturados em óleos vegetais, minerais ou cremes, que são facilmente absorvidos.

Absorção Olfativa: Utilizado para a saúde do corpo e da mente. A eficiência se dá através dos nervos olfativos. Consiste na inalação de óleos essenciais, na qual os óleos são absorvidos através das “células sensoriais” olfativas que atua nas emoções.

Na absorção cutânea encontramos diversas formas de utilização dos óleos essenciais:

Massagem: Use óleos essenciais diluídos em óleos vegetais, como amêndoa doce, germe de trigo, etc. ou cremes neutros. Dilui-se 5 gotas de óleo essencial em 1 colher de chá de óleo vegetal.

Banhos: Pingue 5-10 gotas de óleo essencial para uma banheira cheia. Para banhos dos pés, use 2-3 gotas de óleo.

Compressa: Pingue 4-5 gotas de óleo essencial numa tigela de água quente ou fria. Embeba um tecido de algodão limpo e dobrado na água e aplique sobre a região afetada. Para compressas quentes, cubra com uma toalha aquecida e repita quando esfriar. Compressas quentes são boas para dores musculares, artrite, reumatismo, dor de dente, dor de ouvido, tumores e abscessos. Compressas frias são boas para dor de cabeça, torceduras e inchaços.

Cremes, loções e gel de banho: Pingue 1-2 gotas de óleo essencial em cremes, loções e xampus e massageie a pele ou o couro cabeludo. Escolha produtos sem aromas ou fragrâncias.

Gargarejos e bochechos: Alguns óleos essenciais podem ser aplicados sem diluição sobre a pele. Dilua 4-5 gotas de óleo essencial em uma colher (de chá) de conhaque. Misture num copo de água quente e agite na boca ou faça um gargarejo. Ótimo para infecções da garganta e aftas.

Na absorção olfativa a forma mais comum de utilização dos óleos essenciais:

Inalações a Vapor: Use óleos essenciais em água quente. O calor libera no ar o aroma e as propriedades dos óleos. Para isto pode ser utilizado um rechaud (recipiente para água), onde uma vela acesa embaixo faz com que o aroma seja exalado por mais tempo. Existem também aromatizadores elétricos. Coloca-se 6-8 gotas de óleo essencial na água. Outra opção de inalação que é bastante eficiente por concentrar o aroma é pingar 3-4 gotas de óleo na água fervente. Incline-se sobre a tigela, cubra a cabeça com uma toalha e respire profundamente por alguns minutos.

Conclusão

As fragrâncias, sejam dos perfumes ou dos aromatizadores são não só um prazer para nossos sentidos, como traz em si uma mensagem ou uma memória de um fato passado. Pode nos levar a uma introspecção que traz à tona diversos sentimentos, projetando o “Eu” profundo de cada um, ajudando a mostrar cada um de seus gostos ou mesmo suas mais íntimas aspirações. Acredita-se que o conhecimento sobre os perfumes iniciou nos primórdios da humanidade, quando o homem aprendeu a discernir as fragrâncias ao arrancar determinadas ervas, seja para consumo ou para abrir passagem em suas mudanças. Os Xamãs passaram a estudar essas fragrâncias e perceberam os efeitos que causavam. Passaram inclusive a oferecê-las como oferendas para os Deuses. Com o passar dos séculos, a evolução do ser humano e a criação de templos para os Deuses, homens conhecidos como sacerdotes se tornaram também grandes alquimistas. Como as ervas eram queimadas e exalavam suas fragrâncias pelo ambiente, surgiu o nome Perfume, derivado do latim Per Fumum ou Pro Fumum que significa Através do Fumo ou Através da Fumaça.

Na Babilônia, Assíria, Egito, Roma e Grécia os Perfumistas eram muito bem considerados na comunidade. Na Mesopotâmia e no Egito foram encontrados os mais antigos frascos de perfume que foram fabricados com alabastro e pedra, e datam de 5.000 aC. Segundo a mitologia grega, o perfume das plantas e flores tem sua origem na Deusa Vênus que, ao ferir seu dedo, teve uma gota de seu sangue pingado em uma rosa. O Deus do Amor, Cupido, transformou, através de um beijo, o sangue em fragrância.

Cuidados básicos

Os óleos não devem ser ingeridos e nem aplicados puros sobre a pele. Recomenda-se não utilizar aleatoriamente em crianças ou mulheres grávidas sem o acompanhamento de um Aromaterapeuta.

As principais essências:

 

Absinto

Para pessoas profundas que vivem intensamente e por vezes sofrem com isso; para deixar de pensar que tudo é um mistério e descontrair-se mais.

Acácia

Para pessoas sensíveis ao extremo que precisam não dar “tanto ouvido” ao que lhe falam. Melhora o astral e ajuda a decidir o melhor em uma situação duvidosa.

Almíscar

Para pessoas que têm dons artísticos múltiplos, mas não sabem qual caminho seguir. Romantismo e emoções duradouras também são favorecidos.

Cedro

Para pessoas joviais, esportistas e que amam a diversão de um bom papo. Faz com que a pessoa seja menos radical em suas opiniões e que seja ainda mais querida.

Cítricos

Para pessoas que atravessam fases difíceis e não querem se deixar abater, ou que precisam de descanso e entusiasmo com a própria vida.

Flor de Laranjeira

Para pessoas sonhadoras, intuitivas e tímidas. Para quem busca harmonia com a natureza.

Frutas

Para pessoas que são críticas demais e que por vezes acabam se machucando por isso, ou para pessoas reservadas que querem se entregar para a emoção.

Jasmim

Para pessoas sérias, persistentes e sofisticadas. Para quem é tímido e prudente e não deixa as emoções virem à tona.

Lavanda

Para quem é prático e original demais, adora novidades e se apaixona por tudo que faz. Esta fragrância traz equilíbrio e calma.

Sândalo

Para aumentar o magnetismo e não passar despercebido (a). Para cultivar amizades e conseguir seus ideais. Favorece o poder de liderança.

Verbena

Para pessoas tradicionais, amorosas, determinadas e que querem ideias para desenvolver formas de arte mais ousadas.

Violeta

Para quem quer impulsionar projetos em fase de planejamento, desenvolver dinamismo, ambição e disposição.

 Uso na Saúde

Alecrim

Antidepressivo, rejuvenescedor, para dores, asma, memória fraca, proteção astral, para dominar o medo, artrite, acnes, circulação, queda de cabelos, pele seca.

Anis

Aumenta o leite, afrodisíaco, para impotência, frigidez, expectorante, diurético, estimulante respiratório e cardíaco, enxaqueca, estomáquico, epilepsia.

Bergamota

Para cólicas, infecções e parasitas intestinais, estomatite, cuidados com a pele, bronquite, psoríase, câncer uterino, herpes, acne, difteria, halitose.

Bétula

Reumatismo, artrite, dores musculares e articulares, cálculo renal, colesterol, celulite, elimina toxinas, estimula a formação de glóbulos brancos, aumenta a imunidade.

Camomila

Calmante, analgésico, alergia, anemia, insônia, enxaqueca, acalma a mente, energiza o plexo solar, controla as emoções, menopausa, cistite, depressão, colite.

Canela

Estimulante, parasiticida (piolhos e sarnas), cobreiro, reumatismo, cálculo renal, colesterol, atua na elevação do intelecto, artrite, cistite.

Cravo

Afrodisíaco, estimulante, para vias respiratórias, hálito, dor de dente, impotência, memória fraca, falta de energia, garganta, tosses alérgicas, meditação, parasiticida.

Eucalipto

Elimina o calor, inflamações, gripe, coriza, rinite, sinusite, tosse, asma, bronquite, traz inspiração, aceitar novos valores, ciática, nevralgias, cistite.

Funcho

Egípcios usavam para proteção contra maus espíritos, flatulência, obesidade, cálculos renais, laxante, diurético, aumenta o leite, amenorreia, menopausa, aperitivo.

Gengibre

Afrodisíaco, asma, bronquite, vias respiratórias e urinárias, dores musculares, sistema neurovegetativo, garganta, enxaqueca, diarreia, febre, aroma quente.

Gerânio

Adstringente, garganta, tensão, aumenta a confiança, para ato de entrega, animador, depressão, ansiedade, união yin/yang, icterícia, herpes-zoster, dermatites, estimulante.

Laranja

Digestivo, animador, clareia a mente e as ideias, ansiedade, cólicas digestivas, depressão, acidez, dermatites, diurético, histeria.

Lavanda

Calmante, cicatrizante, hipertensão, para queimaduras, picadas, tranquiliza os relacionamentos, enxaqueca, antidepressivo, pele oleosa, metabolismo, TPM, energia.

Limão

Para afinar o sangue, hepático, irritações da pele, arteriosclerose, refrescante, calmante, traz otimismo, solta o que está preso, verrugas, varizes, herpes, dores, oleosidade.

Mandarina

Má digestão, gases, desgosto, retenção de água, frieiras, traumas emocionais, organiza a mente, perdas do passado, sistema linfático, insônia, tensão, estimula corpo/mente.

Menta

Para dores musculares, afasta o mal, atrai coisas boas, cansaço mental, acalma, sinusite, vias respiratórias, depressão, refrescante, dermatites, laringite, febre, catarro.

Patchouly

Para pele, rejuvenescimento, depressão, ansiedade, lembranças da juventude, regenerador de tecidos, obesidade, afrodisíaco, estimula a inteligência, impetigo, caspa.

Rosa

Afrodisíaco, pele envelhecida, regula sistema reprodutor feminino, chakra cardíaco, expressa o amor, sensualidade, sedução, sutileza, magia, impotência, tristeza, desgosto.

Tea tree

Feridas, cortes, arranhões, pruridos, vaginite, afta, herpes labial, calo, verrugas, asma, bronquite, tuberculose, odor nos pés, gengivite, fungos, congestão nasal, caspa.

Ylang-ylang

A Flor das Flores, afrodisíaco, estimulante, regula adrenalina, impotência, frigidez, raiva, medo, frustração, pressão alta, depressão, animador, menopausa, ritos sexuais.

 Dicas para problemas comuns

Antes de usar qualquer óleo, creme ou essência, faça um pequeno teste em sua pele. Coloque uma gota na parte interior do seu braço para verificar se há algum tipo de reação alérgica. Aguarde por 60 segundos. Se o local ficar vermelho ou se coçar/arder, você tem algum tipo de alergia e NÃO deve utilizar o produto.

Alergias

Use Ilangue-Ilangue em massagens, banhos, compressas, inalações e loções, dependendo da natureza da alergia.

Depressão com ansiedade

Ilangue-Ilangue. De preferência em massagens. Também no banho ou num vaporizador.

Dor de cabeça

Inalações de alfazema, menta ou eucalipto.

Fadiga crônica

Tea tree fortalece o sistema imunológico, alecrim tem um efeito tônico e gerânio é antidepressivo. A massagem é o melhor remédio, mas banhos e vaporizadores também ajudam.

Fraqueza

Ponha algumas gotas de menta, alfazema ou alecrim em um lenço e inale.

Gripe

Acrescente eucalipto, alfazema, menta ou tea tree ao banho quente aos primeiros sinais de gripe. Use-os também em inalação de vapor,

Insônia

Alfazema ou Ilangue-Ilangue em banho quente antes de dormir, massagens ou vaporizador.

Ressaca

Alecrim ou erva-doce, no banho, em um gel de banho inodoro ou como inalação ou no vaporizador.

TPM

Use óleo essencial de alecrim para retenção de líquidos e inchaço. Em massagens, banho e vaporizador.

Varizes

Use limão ou alecrim em banhos ou compressas. Podem ser misturados com um creme e friccionados suavemente sobre a região. Se fizer massagem, atue suavemente abaixo da região afetada, nunca acima.

Os comentários estão encerrados.